Canicross – O esporte que conecta cães e tutores

O Canicross ainda não é muito comum no Brasil, mas quem conhece e pratica o esporte faz questão de garantir que é uma das melhores formas de se conectar com seu cão e levar uma vida mais saudável.

É possível praticar tanto à nível profissional quanto como passatempo e, independente da sua escolha, esse esporte é um jeito perfeito de dividir momentos ao ar livre e se exercitar ao lado do seu melhor amigo. Veja mais!

Mas, afinal como funciona o Canicross?

O Canicross é um esporte de corrida cross country, geralmente em terrenos rústicos, onde o tutor e seu cão ficam atrelados por uma guia e uma corda elástica que diminui o impacto da corrida em ambos.

A origem desse esporte é bem recente. Há cerca de 10 anos, os tutores de cães de trenó da neve, começaram a praticar corridas usando o colete de tração, uma guia e um cinto durante o verão para que os cãezinhos não perdessem o condicionamento físico para o inverno.

Diferente de outros esportes, qualquer cão pode participar do Canicross! Todas as raças, incluindo aquelas não definidas, são bem-vindas a participar das competições. Mas, atenção: é preciso alguns cuidados antes de sair correndo com seu cãozinho.

Antes de iniciar o exercício, é altamente recomendado que você e seu cão estejam com os exames médicos em dia, viu? Além disso, algumas raças, como os Pugs, Buldogue Inglês, Buldogue Francês, Boston Terrier e Boxer possuem problemas ou dificuldades respiratórias podem ter mais dificuldade em praticar o esporte.

O Willian Oliveira, um dos pioneiros do Canicross aqui no Brasil, treina o ano inteiro com seus cães e, no verão, chega a diminuir a intensidade da prática em função do calor intenso do verão. Segundo Willian, que recentemente ganhou o primeiro lugar no Sul-Americano de Canicross no Chile, um dos erros mais comuns de quem começa a praticar o esporte é treinar somente Canicross, o que pode se tornar ruim para as articulações do cãozinho e do condutor, devido ao impacto da corrida. O ideal é misturar outras atividades de fortalecimento muscular como brincadeiras na água ou na areia.

Quer começar, mas não sabe como?
O indicado é começar gradualmente com passeios de bicicleta de montanha de 20 minutos para que ambos possam ir ganhando resistência e acostumando-se com o exercício.

Alguns cuidados importantes:
– Temperatura elevada do solo para a atividade;
– Não praticar logo após refeições ou viagens de carro;
– Observar a cor da língua do seu cão, caso ela esteja roxa, você deve parar imediatamente;
– Um petisco após a prática restabelece a glicemia e alegra seu cão;
– Caso seu pet deite de lado com a língua para fora, pode ser que tenha ultrapassado o seu limite de condicionamento físico.

Equipamentos que você vai precisar:
– Cinturão para o corredor;
– Arnês específico de corrida para o cachorro;
– Uma guia amortecida.

E como deve ser a alimentação do meu cão?

O Xico, companheiro de Willian nas competições de Canicross, por exemplo, tem uma alimentação 100% natural e caseira que é preparada pelo próprio Willian. Com muita carne, legumes e batata-doce, a dieta desenvolvida pela Nutróloga veterinária Carolina Sant’Anna mantém todos os nutrientes e minerais que o atleta de quatro patas precisa. Para quem quer introduzir o Canicross na vida do seu pet, é importante ter em mente que ele precisa de nutrientes ricos e de muita proteína para dar toda a energia e disposição para correr e treinar. As nossas latinhas, principalmente a variedade Frango, são uma ótima opção para quem quer garantir que seu cãozinho tenha fortalecimento muscular e força para praticar o esporte.

Conheça as pessoas e os grupos que praticam Canicross perto de você:

São Paulo
Feliph Raphael
Grupo CaniCity
@feliph_Raphael

Alex Otubo
@alexotubo

Ricardo Cabrera
Matilha Canicross Cotia/SP
@ricardo.cabrera19

Rio de Janeiro
Willian Oliveira
@canicross_brasil
@xico_canicross

Cinthia
@serranocinthia
@husky_lua

Ana
@anabidu

Lia
@canicrossrj

Cristiano
@runnersdogs

Brasília
Julie Assêncio
@canicrossbsb

Rio Grande do Sul
Simone Jablonski
@cuscocanicross
@simonejablonski

Mauricio Pinzkoski
@vai.toto

Renato Silva
Equipe Cusco Canicross
@cuscocanicross