Tudo que você precisa saber antes de viajar sem seu pet!

Nessa época do ano, muitas pessoas estão saindo de férias ou fazendo planos para o feriado de Carnaval e nem sempre é possível levar nossos amigos de quatro patas junto. Então, qual é a melhor opção para os pets nesse caso? Dê uma olhada em algumas soluções, como funcionam e quais cuidados você deve ter antes de optar por qualquer uma delas!

No caso de hotéis:

Os hotéis funcionam como espaços especializados na hospedagem de pets. Alguns oferecem atividades como academia para pets, adestramento com treinamentos básicos, piscinas para aulas de natação, entre outros.

Principais cuidados:

– certifique-se que tenha pessoas capacitadas para cuidar do pet;

– cuide o espaço para momentos de lazer, de exercício físico e local ao ar livre;

– verifique se há um médico veterinário que visite o local com frequência ou que esteja lá 24h;

– garanta que tenha um ambiente coberto, confortável e espaçoso para o pet dormir,

– leve a ração com a qual seu pet já está acostumado;

– informe o hotél sobre qualquer medicamento contínuo ou tratamento que seu gato ou cão precise.

* Alguns hotéis ainda disponibilizam imagens 24 horas para você poder dar uma olhada e monitorar como o seu pet está à distância na sua viagem!

No caso de cuidadores/ pet sitters:

Essa pode ser uma opção muito atraente, especialmente para os felinos! Com os cuidadores ou pet sitters, o seu pet continuará na sua casa e uma pessoa qualificada irá visitá-lo durante o dia e/ou noite enquanto você viaja. Se você quiser ver mais detalhes, o site HoliDog é um dos que disponibiliza o serviço de pet sitter.

Principais cuidados:

– apresentar com antecedência o pet a pessoa que irá cuidar dele;

– caso seu pet precise de medicamentos ou esteja fazendo um tratamento, garanta que o cuidador saiba os horários e possa fornecê-los ao pet;

– garanta que haverá o alimento que seu pet está acostumado em quantidade suficiente até o fim da sua viagem,

– informe ao cuidador o contato do veterinário do seu pet, especialmente com pets mais idosos ou que precisam de algum cuidado especial.

No caso de hosts/ anfitriões:

Essa pode ser uma ótima opção, especialmente para os cães! Como um hotel domiciliar, os anfitriões disponibilizam seus lares para receber os pets em um clima familiar. Assim, eles permanecem com um convívio similar ao da sua própria casa. Você pode ver mais sobre também no site  DogHero, que oferece o serviço.

Principais cuidados:

– assim como no caso de cuidadores, procure levar seu pet antes para conhecer tanto a pessoa que irá cuidar dele quanto a casa em que irá ficar;

– procure avaliações e recomendações de quem já hospedou seu pet com o anfitrião;

– procure levar para a casa do anfitrião brinquedos do seu pet e a ração que ele costuma consumir, isso ajuda a manter um pouco da tranquilidade da rotina;

– converse com o anfitrião sobre qualquer dificuldade ou necessidade especial que seu pet tenha.

*Em vários casos, você pode pedir também para que o anfitrião envie fotos ou vídeos do seu pet se divertindo durante a estadia.  

Mas o mais importante de tudo, lembre-se: independe do que você achar que será a melhor opção, o mais importante é que seu melhor amigo jamais fique sozinho quando você viajar!