A energia na alimentação de cães e gatos deve ser fornecida na quantidade correta e balanceada entre os nutrientes.

Para começar precisamos compreender que a energia não é um nutriente, por si próprio, mas uma propriedade conferida à dieta por gorduras (extrato etéreo), proteínas (proteína bruta) e carboidratos (extrativo não nitrogenado). Quando as moléculas orgânicas são oxidadas, a energia produzida é utilizada nos processos metabólicos dos animais. As exigências energéticas dos animais variam de acordo com as necessidades específicas como, crescimento, reprodução, lactação, atividade física, além das exigências para manutenção das atividades vitais do organismo.

É fundamental conhecer a energia metabolizável contida na alimentação dos cães e gatos e saber determinar qual a NECESSIDADE ENERGÉTICA DE MANUTENÇÃO (NEM) do seu animal de estimação, afinal mais alimento não significa necessariamente mais energia:

importancia da energia na alimentacao de caes

importancia da energia na alimentacao de gatos

Também é importante lembrar que a redução dos níveis de carboidratos de rápida absorção na formação da energia do alimento irá ajudar a manter os níveis glicêmicos mais baixos.

A qualidade das fontes das proteínas e das gorduras também é muito importante, fontes de origem animal (e.g. carnes), conhecidas como “comida de verdade” via de regra, possuem melhor valor biológico para proteína. A digestibilidade e o valor biológico dos nutrientes também irá influenciar no aporte nutricional ao cão e o gato.

A palatabilidade de um alimento é um fator essencial para garantir o consumo e tornar a experiência/alimentação dos animais algo prazeroso. Sabe-se que a fonte de origem da energia da dieta influencia na palatabilidade do alimento. Gatos possuem preferência por alimentos em que a principal fonte de origem da energia seja a proteína, já os cães, por sua vez, preferem a gordura.

A obesidade em cães e gatos está diretamente ligada ao consumo excessivo de energia. É um erro pensar que apenas por um alimento possuir alta densidade energética (Energia Metabolizável) ele poderá engordar o animal. Se oferecermos a quantidade correta de alimento diário, sem outras ofertas (como guloseimas) e a participação de carboidratos de rápida absorção na formação da energia for baixo, a probabilidade de distúrbios metabólicos e obesidade será baixa. A obesidade reduz a longevidade e predispõe ao desenvolvimento de uma série de doenças.

fatores importantes para evitar a obesidade em caes e gatos

Os ingredientes das receitas da Livelong propiciam a absorção de nutrientes de forma gradual pelo pet, o que evita respostas glicêmicas agudas.

Conheça a nossa linha completa para cães e gatos e outros benefícios que a alimentação natural da Livelong proporciona para o seu pet:
Cães: http://livelongbrasil.com.br/caes/
Gatos: http://livelongbrasil.com.br/gatos/