Temos orgulho de contribuir com o Projeto “ Ponto de Corte ”, coordenado pelo Prof. Dr. Stelio Pacca Loureiro Luna e pela aluna de mestrado M.V. Mayara Travalini de Lima.

Realizado nas instalações da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia – FMVZ – Unesp – Botucatu – SP, o Projeto “ Ponto de Corte ” tem como objetivo melhorar o grau de conforto dos cães em processo pós-operatório através da definição do momento correto para a realização de analgesia (tratamento correto para dor).

No estudo, o questionário da Universidade de Melbourne (UMPS) e o questionário simplificado da Universidade de Glasgow (CMPS-SF) são testados e refinados para determinar o ponto de corte exato para intervenção analgésica no período pós-operatório em cães submetidos a cirurgias de tecidos moles ou ortopédicas, que apresentam diferentes intensidades de dor.

A Livelong contribui com o projeto através do fornecimento de alimento úmido para em média 50 cães por mês. Quando os tutores buscam a FMVZ com cães com necessidade de intervenções cirúrgicas que necessitam internação, são apresentados a metodologia do projeto. Os cães internados passam por avaliação e acompanhamento minucioso do comportamento nas instalações do Canil da Anestesiologia Veterinária da FMVZ na cidade de Botucatu, nos períodos pré e pós-operatório, totalizando 48 horas de internação completa, sob supervisão da pesquisadora Mayara Travalini de Lima.

A mestranda Mayara Travalini de Lima destaca que a palatabilidade do alimento LiveLong influencia positivamente no interesse do animal convalescente em se alimentar. Desta forma, com o paciente devidamente nutrido, pode-se descartar que as alterações comportamentais como desânimo/dificuldade para se locomover, não são causados pela falta de alimentação. Uma vez isolados os problemas de nutrição, os aspectos comportamentais negativos tendem a estar limitados somente ao nível de dor relacionado ao processo cirúrgico, fator que facilita o estudo para a definição do ponto de corte para o momento exato de analgesia. Adicionalmente, uma alimentação úmida, rica em proteínas e de alto nível energético também auxilia no processo de recuperação dos animais, pois facilita o processo de cicatrização e regeneração de tecidos.

alimento-umido-livelong

Formada em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, a aluna Mayara Travalini de Lima possui especialização em Anestesiologia Veterinária pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia – UNESP, mesma instituição onde o Prof. Dr. Stelio Pacca Loureiro Luna atua como Professor Titular da Disciplina de Anestesiologia Veterinária do Departamento de Cirurgia e Anestesiologia Veterinária.

Conheça mais sobre o projeto: