fbpx

A obesidade é um dos principais riscos para a saúde dos pets. Um cão não deveria comer mais de 15% de carboidratos diariamente, entretanto as rações secas possuem em sua composição entre 25 e 60%.

A dieta low carb contribui na prevenção e no tratamento da obesidade, doença que acomete mais de 50% dos pets no Brasil e cujas comorbidades estão dentre as 3 principais causas de morte não natural dos cães: doenças do coração e do fígado. Também reduz a chance de picos glicêmicos, prevenindo a diabetes.

Os carboidratos nas rações comuns são provenientes principalmente dos grãos, alimentos com grande potencial alergênico. Ao consumir uma baixa quantidade de carboidratos, seu pet também terá menos chance de desenvolver altos níveis de triglicerídios e colesterol ruim.

A dieta dos ancestrais dos cães era essencialmente alta em proteína, moderada em gordura e baixíssima em carboidratos.

Essa dieta – estritamente carnívora – adaptou o metabolismo e a fisiologia dos canídeos ao longo de milhares de anos. O resultado disso foram características digestivas e metabólicas bem específicas quando se trata da metabolização de carboidratos. Além do mais, uma dieta com altos níveis de carboidratos possui grandes chances de resultar em problemas de articulação, diarreia, obesidade e problemas no fígado.

As receitas são compostas por 90% de carnes, com a distribuição calórica ideal para garantir saúde de verdade ao cães pois respeita o metabolismo e fisiologia deles.

Quais fontes de carboidratos estão presentes nas dietas Livelong?

Batata-doce, mandioquinha, cenoura e ervilhas fazem parte das receitas de Livelong. Excelentes para a saúde dos pets, estes carboidratos complexos demoram mais tempo para serem metabolizados pelo organismo e liberam energia de forma mais gradativa após a refeição. Eles ainda fornecem fibras funcionais que ajudam no trânsito intestinal, além de serem fontes de vitaminas e minerais. Por isso, podem e devem fazer parte de um cardápio balanceado e rico em ingredientes de alta qualidade.

Por ser um alimento biologicamente adequado, contribui em mais felicidade, saciedade e mais anos de vida para o seu pet.

%d blogueiros gostam disto: