fbpx

Há alguns dias, a Livelong Brasil promoveu uma Live no Instagram explicando e desmistificando diversas fake news relacionadas ao Coronavírus em cães e gatos. A Live foi ministrada pela médica veterinária Carolina Sant’Anna (@vetgourmet). Para você que não conseguiu acompanhar, fizemos uma seleção das top 5 informações mais importantes da Live. Confira!

1 – De uma vez por todas: cães e gatos podem ou não pegar o Coronavírus (COVID-19)? 

Durante os seus primeiros meses de vida, cães e gatos são vacinados contra o Coronavírus. Apesar de possuir o mesmo nome do vírus responsável pela pandemia que estamos vivendo, não estamos falando do mesmo tipo de vírus: O Coronavírus que acomete cães e gatos, assim como os sintomas, é bem diferentes do dos humanos. Desta forma, não é possível transmitirmos a doença para os nossos pets, e vice-versa. Contudo, os pets podem ajudar no processo de contaminação (confira o item 2)!

2 – “Cães e gatos podem ajudar no processo de contaminação do coronavírus”. Como assim?

Vamos supor que você tem um Shih Tzu. Seu Shih Tzu está um pouco estressado depois de passar dias em casa por conta da quarentena e você decide levá-lo para passear. Por ser uma raça muito dócil (e convenhamos, muito fofa também), você encontra alguém na rua que se aproxima e faz um carinho. Assim como o vírus é transmitido através de superfícies de metal, plástico e papel, por exemplo, o pelo do seu Shih Tzu também pode assumir esse papel de superfície transmissora do vírus. Ou seja, a pessoa que está infectada estará passando o vírus para o pelo do seu cão, o que não traz riscos para ele, mas pode infectar outras pessoas que venham a ter contato com ele e, principalmente, você. “E seu eu passar um pano úmido nele depois do passeio?”, algumas pessoas questionaram. A resposta é: Não irá adiantar!. Para ocorrer a desinfestação, é necessário utilizar sabão e água ou álcool gel, o que é inviável no caso dos pets.  Por isso, assim como outros especialista, a Dra. Carolina Sant’Anna adverte: não saiam de casa com o seus pets, nem para passear!

3 – Como aliviar o estresse e entreter o seu pet durante a quarentena?

Conforme explicado no item 2, a recomendação do momento é que seu pet não vá a rua, nem para passeios rápidos. Dessa forma, é importante que você o mantenha ativo dentro de casa para evitar o tédio e o estresse. Passeios dentro de casa ou do apartamento e brinquedos de enriquecimento ambiental (com Livelong, é claro) são uma ótima opção para distrair o seu cão ou gato. Para mais dicas de atividades com o seu cão, vale a pena conferir o perfil da adestradora Ingrid Soares: @caesetrilhas! 

4 – Fortalecendo a imunidade do seu pet

Apesar do Coronavírus ou COVID-19 não ser transmitido para o seu cão ou gato, não podemos esquecer que os pets estão suscetíveis a outras doenças. Conforme citado pela Dra. Carolina Sant’Anna, a forma mais eficaz de fortalecer a imunidade do seu pet é através de uma alimentação balanceada. Cães e gatos são animais que possuem uma dieta ancestral carnívora, ou seja, precisam ingerir proteínas de alto valor biológico no seu dia-a-dia. Lembrando que Livelong é um alimento natural, possui 90% de carne e não contém grãos ou glúten. Para saber mais sobre como oferecer uma dieta de qualidade e aumentar a imunidade do seu cão ou gato, procure um médico veterinário nutrólogo. 

5) Fake news e suas graves consequências

Além de gerar trabalho aos os profissionais veterinários para desmistificá-las, as fake news relacionadas ao COVID-19 em cães e gatos gerou graves consequências para os humanos e para os pets. Por acreditarem que se tratava do mesmo tipo de vírus, diversas pessoas tomaram vacinas destinadas ao Coronavírus de cães e gatos, o que, como vocês podem imaginar, é algo que pode gerar danos irreversíveis à saúde. Além disso, foram reportados diversos casos de animais sendo abandonados por seus tutores acreditarem que eles poderiam transmitir a doença. Triste, né? Por isso, a Dra. Carolina Sant’Anna recomenda: “Não acredite em qualquer notícia que ler, procure sempre um especialista!”

Caso tenha mais dúvidas sobre o Coronavírus em pets ou deseja saber mais sobre alimentação saudável para cães e gatos, entre em contato com a Dra. Carolina Sant’Anna através Instagram @vetgourmet!

 

 

 

 

 

 

 

 

%d blogueiros gostam disto: