Embora frequentemente vista como positiva, muitas pessoas acreditam que castrar cães e gatos faz com que eles engordem. Tal crença faz com que os tutores fiquem bem indecisos sobre castrar ou não seus pets.

A castração é boa ou ruim para os pets?

Embora esteja atrelada a vários mitos, a castração traz vários benefícios para os cães e gatos. Alguns dos benefícios da castração são: prevenir procriação de filhotes, doenças como câncer de próstata, tumores de mama e entre outros.

No caso das fêmeas, a castração evita também um problema chamado pseudociese. A pseudociese, popularmente conhecida como gravidez psicológica, faz com que o organismo das fêmeas agir como se estivessem grávidas. Agressividade, possessão com o ninho e até mesmo inchaço nas mamas e produção de leite são alguns dos sintomas.

Existem também benefícios comportamentais. Além de prevenir doenças, a castração também acalma os pets, pois reduz o territorialismo e a dominância.

Mas afinal, a castração realmente engorda os pets? 

Frequentemente, a castração pode provocar o aumento de peso nos pets. No entanto, é possível contornar esta situação com algumas dicas.

Bem como dito anteriormente, depois de castrado os pets tendem a se tornar mais calmos. Com o metabolismo mais lento, os pets ficam mais mais sonolentos e se exercitam menos, o que propicia o aumento do peso. Dessa forma, é recomendado que o tutor esteja sempre atento ao peso do animal.

Como controlar o peso de pets castrados? 

Atualmente, existem rações que auxiliam na manutenção do peso. Um exemplo são os alimentos low carb, ricos em proteína e com baixo carboidrato.

Também vale ressaltar a importância da realização de exercícios físicos diários. A prática diária de atividades físicas contribui e muito para a manutenção do peso e deve ser tratada como algo essencial no dia a dia dos pets. Se alinhado com a alimentação adequada, o controle do peso do animal dificilmente será um problema.

 

%d blogueiros gostam disto: